Livro digital

O que é o livro digital conhecido também como livro eletrônico, e-book ou ebook?

O livro digital, livro eletrônico, e-book ou ebook são todos sinônimos de uma inovação relevante nos dias atuais e traz consigo uma série de conceitos importantes: é ecologicamente correto; versátil na atualização e interação com o leitor; possui alto poder de distribuição e custos mais baixos, o que o torna mais acessível que o livro impresso. Todas essas características levam o livro digital a despontar como o futuro do livro.

O livro digital tem como suporte a informação digital, ou seja, é um arquivo digital - não mais em papel, como um livro comum, e só pode ser lido em equipamentos eletrônicos tais como computadores desktop, notebooks, tablets, smartphones e leitores próprios para livros digitais (chamados de eredears, como ipad, iphone, kindle, entre outros que surgem a todo tempo no mercado). O livro digital pode ser lido até mesmo em celulares com que possuam esse recurso para isto.

Geralmente, o livro digital é a versão eletrônica de um livro impresso. Hoje, já existem editoras que publicam livros exclusivamente em formato digital. O fato é que, atualmente, podemos converter qualquer livro em formato digital.

Os formatos mais comuns de livros digitais são o EPUB , PDF e HTML. EPUB (abreviação de Eletronic Publication - Publicação Eletrônica) é um formato de arquivo digital padrão específico para ebook. Os arquivos possuem a extensão .epub. A principal característica do EPUB é que ele foi projetado para ter um conteúdo fluido, o que significa que a tela de texto pode ser otimizada e adaptada de acordo com o dispositivo usado para leitura, permitindo ao leitor aumentar e diminuir o tamanho da fonte, fazer anotações e marcações, entre outros recursos. O padrão é destinado a funcionar como um único formato oficial para distribuição e venda de livros digitais. Ele veio para substituir  padrões antigos como Open eBook, que era livre e aberto, e foi criado pelo International Digital Publishing Forum (CICOM).

O formato PDF necessita do conhecido leitor de arquivos Acrobat Reader ou outro programa compatível. E o formato HTML necessita de um navegador de internet para ser aberto. Estes dois últimos padrões perdem em versatilidade, pois, em muitos casos, não possuem atualmente os recursos próprios do formato EPUB.

Vantagens em relação ao livro tradicional

A principal vantagem do livro digital para quem usa e para quem produz é a sua usabilidade e dinamismos, possuindo diversos recursos que permitem uma interação mais ampla do leitor com o conteúdo. Hoje, o livro digital pode possuir ilustrações e animações dinâmicas e interativas. Além de ter um grande aliado que é a portabilidade, eles são facilmente gravados e transportados em disquetes, cd-rom, pen-drives e cartões de memória.

Com o livro digital, tem-se uma abrangência de distribuição muito grande e dinâmica, podendo facilmente ser vendido nas principais livrarias do país e do mundo. Como se encontra no formato digital, pode ser transmitido rapidamente por meio da internet. Se um leitor que se encontra na China, por exemplo, tiver interesse em adquirir um livro digital vendido nos Estados Unidos ou no Brasil, pode adquiri-lo imediatamente, em poucos cliques, e em alguns minutos estará lendo tranquilamente o seu livro digital.

Outra vantagem é o preço. Em alguns casos, o custo de produção é mais baixo; em outros, pode ser mais alto dependendo do grau de recursos interativos a que se propõe a obra. Mesmo assim, o valor de venda final ao leitor é inferior: um livro digital de alto padrão pode chegar às mãos do leitor por um valor até 60% menor que um livro impresso.

Existem livros que são distribuídos gratuitamente no formato PDF e HTML, porém poucos são no formato EPUB.

Um grande atrativo para o livro digital é que pode ser convertido em uma mídia sonora, como o MP3, criando audiobook ou um livro para se escutar, conhecido também o como livro em áudio.

Direitos autorais

O livro digital é protegido pelas leis de direitos autorais, assim como um livro impresso. Isso significa que eles não podem ser distribuídos ou comercializados, de nenhuma forma, sem a expressa autorização de seu autor.

Também não podem ser alterados ou plagiados. Mas se alguém utilizar trechos do seu conteúdo em alguma situação, como em um texto, por exemplo, deve citar a fonte. No caso dos livros digitais gratuitos, devem ser observadas as regras e leis que regem as obras de domínio público ou registros de códigos abertos para distribuição livre.